I CONCURSO DE POESIA – COLÉGIO AFONSO ANDRADE RESULTADO FUNDAMENTAL II E MÉDIO

Durante a semana em que ocorreu o I Concurso de Poesia Afonso Andrade, os alunos, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental II e da 1ª e 2ª série do Ensino Médio, criaram poesias de qualidade elevadíssima, misturando palavras, rimas, despontando emoções, indignações, romantismo e inquietações. Na segunda-feira, 20/03, houve a premiação, na quadra de esportes do colégio, aos alunos destaques, 1º, 2º e 3º lugares de cada turma. Nosso diretor, prof. Afonso Andrade, discursou sobre a importância do concurso de poesia aos nossos alunos, mostrando-lhes o quanto estava orgulhoso com o empenho e a dedicação de todos. Posteriormente, nosso coordenador, prof. Gilson Barros, parabenizou a todos os alunos que participaram do concurso e também aos professores, Clíssia Braga, Cristine Lopes, Eder Dantas e Ana Karine, pelo cumprimento do projeto com bastante êxito. Por fim, os demais professores presentes no dia do evento entregaram os certificados aos destaques de cada turma e os parabenizaram pela brilhante participação. O Colégio Afonso Andrade agradece o empenho e a dedicação de todos. O resultado não poderia ser diferente: um concurso de alta qualidade!


Confira abaixo as poesias premiadas.

6º ANO – A – MANHÃ

1º LUGAR: Ana Alice Fernandes Tavares

AMOR

"Não pense com a cabeça Pense com o coração. O mundo dá voltas, coisas Que vem e vão.

Meu nome é Amar. Meu sobrenome é Sofrer. Meu sonho é sonhar, Sonhar em te ter."

2º LUGAR: Lucas Fabião Muniz de Sousa

CÉU ESTRELADO

"Céu estrelado que ilumina O espaço amarelado de estrelas Do céu com uma lua cheia Nova, minguante e crescente.

Estrela cadente, brilhante Realize o meu desejo. Tire a solidão das estrelas Da cor de bananeiras.

O amanhecer tão belo Esconde tua luz incandescente. Estrela cadente, brilhante."

3º LUGAR: Ronald Henrique

AMIZADE

"Amizade

Sem dor, sem mágoas, sem sofrimento. Cheia de complexidade. Puro sentimento.

Cheia de erros e acertos. Os fracos desistem E os fortes continuam firmes Caminhando juntos, e seguem.

Amizade Caixinha de surpresas, Grandes obstáculos, Experiências compartilhadas.

Saudade que aperta

Do amigo, amor sincero

De mãos dadas

Que sempre se seguem."

7º ANO – A – MANHÃ

1º LUGAR: Clara Vitória Oliveira

SAUDADE

"Saudade que dói, Saudade que perturba, O choro não segura, Saudade doentia.

Aperta no peito Que solitário está. É que eu desejo, Te ter, te tocar."

2º LUGAR: Maria Vitória R. Mendes

SONHAR É CRESCER

"Querer não é poder Poder é sonhar Sonhar é viver Sonhar é aprender.

Se eu tenho sonho Tenho de realizar. Se eu tenho que realizar Tenho que viver.

Realizar é crescer, Crescer é poder. Se meu poder é crescer. Não me faça sofrer."

3º LUGAR: Stephany Moura

MAR, MEU AMOR

"Eu sem você, sou desamor. Um barco sem mar. Um campo sem flor.

Tristeza que vai. Tristeza que vem. Sem você, meu amor, Eu não sou ninguém.

Amo, como amar o amor? Não conheço nenhuma outra razão Para amar, senão amar.

Que queres que tu digas, além de que, te amo?! Se o que eu quero é dizer-te, Que te amo!"

7º ANO – B – MANHÃ

1º LUGAR: Ana Beatriz

AMOR

"Amor não é prisão Amor não é brigar Amor não é violência verbal e nem física.

Deixa eu te dizer o que é o amor. Amor é carinho. Amor não é perfeito, Ele é cheio de defeitos, Assim como quem ama.

Amor de mãe, amor verdadeiro, Amor protetor. Talvez o mais perfeito.

Amor, aquele que te faz se perder. Amor, aquele te faz delirar. Aquele que não é só corporal, Mas que também é sentimental. Amar, acima de tudo... amar!

Amor é a solução do problema mundial. Amor não é violência! É paz, É vida, e é fundamental!"

2º LUGAR: Wanderson Alvez

AMAR

"Amar não é pecado. Amar é gostar. Amar não é bater E sim, proteger.

Amar é uma palavra pequena Mas que pode significar imensa Amar é arriscar.

Amor é fazer uma pessoa feliz, E não infeliz. Amar é sonhar com a que pessoa Do jeito que sempre quis.

Amar é cuidar, é respeitar, Enfim, amar é amar, sempre..."

3º LUGAR: Isabelle Alcântara

A POESIA

"A poesia era cantada Hoje em dia é falada Mas mesmo assim Não deixou de ser amada.

Poesia é uma flor. Que brota no coração de cada um Poesia é amor!"

8º ANO – A – MANHÃ

1º LUGAR: Gabrielly Stephany

DIFERENÇAS

"Todos nós temos um coração De gelo ou não, mas sempre disposto Pra dar amor e atenção. Não importa a sexualidade, Pois o que vale é a intenção.

Todos nós somos seres pensantes. E se você usar o pensamento vai ver, Que as indiferenças e preconceitos Não vão te vencer.

Não esqueça que somos humanos E às vezes erramos. Mas uma dica, vou te dar, Compartilhamos sob o mesmo céu, E em breve, o mesmo lugar."

2º LUGAR: Marília Narah de O. Sales

MANHÃ CHUVOSA

"Mais uma manhã chuvosa Tudo está tão frio Tudo está tão calmo Tudo está tranquilo.

O barulho da chuva Caindo das plantas. O barulho dos pássaros, Voando ao redor.

A música que a chuva faz Ao cair sobre as árvores e plantas. O tempo frio, calmo e lento, o barulho que a chuva faz ao cair no chão."

3º LUGAR: Gabrielle Batalha

SAUDADE

"Saudade, que sentimento é esse? Será que alguém pode me salvar? Eu não agüento mais, sinto falta do passado, Quero meus antigos sonhos e vontades.

Cada cor e cheiro me lembra aquilo, Sinto falta de mim, do que eu era, Será que você pode me salvar? Com amor, anônimo."

9º ANO – MANHÃ

1º LUGAR: Isabel Monteiro Silva

"O casamento é um ato memorial, Onde dois seres se unem formando um casal. Para compartilharem momentos felizes e tristes.

Casamento não é para qualquer um, Não tem só flores, Também tem conflitos e crises. Mas o amor pode vencer qualquer barreira."

2º LUGAR: Francisco Felipe Moura de Melo

"A desigualdade social é um problema em nossa sociedade Onde os pobres passam total necessidade E os ricos com toda prioridade.

O negro sofre preconceito onde quer que vá Seja na rua, no trabalho ou na escola E tem também os que vivem apenas de esmola.

O menino pobre sonha em ter uma vida melhor E de vez tirar a vida de sua família da pior. Mas esse sonho acaba quando a luz do sol atravessa A fresta da janela."

3º LUGAR: Layla Andressa

"Morder o fruto amargo e não cuspir Mas avisar aos outros quanto é amargo.

Cumprir o trato injusto e não falhar, Mas avisar aos outros quanto é injusto, Sofrer o esquema falso e não ceder. Mas avisar aos outros quando é falso. Dizer também que são coisas mutáveis...

E quando em muitos a nação pulsar Do amargo e injusto e falso mudar. Então confiar a gente exausta o plano de um mundo novo e muito mais humano."

1º ANO – MANHÃ

1º LUGAR: Wellington Peixoto de Aquino Filho

"Sentimentos mostram o seu eu Sem medida e sem olhares Os rios de seus olhos se formando Como um azul de céu estrelado.

A beleza em seu rosto Se funde em meu corpo O que se transparece nas noites chuvosas.

Numa manhã calma e tristonha A cor de seus pensamentos Transparece em meu olhar Num abraço desesperado."

2º LUGAR: Yara Karla

"Um dia sonhei com você. Foi tão intenso que não sei descrever. Talvez tenha sido uma dádiva em minha vida. Ou então só esteja iludida.

Foi um dia repleto de sol, Ouvindo o canto do rouxinol. Que você surgiu em meio de tudo E acabou mudando meu mundo.

O sentimento entre nós dois É difícil de explicar. É uma mistura de sentimentos Tão difícil de demonstrar."

3º LUGAR: Júlia B. Lima

"O amor é uma dádiva Que muitos dizem sentir Mas verdadeiramente poucos Podem transmitir.

É algo muito lindo. São vários sentimentos envolvidos. Mas tome cuidado, porque ele é Traiçoeiro, um dia ele te mostra a Talvez felicidade. E o outro ele pode estar aí, te mostrando a então verdade.

Então vamos deixar claro. O amor é algo inexplicável. Mas ame com cautela, Porque nem sempre ele é O que se espera."

2º ANO – MANHÃ

1º LUGAR: Paulo Ryan Mesquita de Meneses

SUICÍDIO

"Não suporto mais, todo dia a mesma angústia. Ver este home no pé de minha cama, seu semblante sem esperança. Todo dia antes de dormir o vejo, e sempre sinto uma presença obscura. Só queria acordar deste pesadelo, quando o procuro seu corpo some.

Meus amigos já me olham como se fosse louco. As pessoas me olham com um medo leve. O medo e a dor já me acabam em um todo. E o homem? A cada dia mais comigo parece.

Parece que essa loucura nunca acaba. De continuar a vida. Não me sinto capaz. Só queria sair deste sofrimento pior que o inferno. Queria eu voltar no tempo e não ter me matado há dez anos atrás."

2º LUGAR: Laryssa Alves

"Tem algo mais belo Que um pedido singelo De desculpas?

O abraço é uma arte. O perdão, destarte, É um dom. Dentro de mim, um milhão de sentimentos. Dores e amores, sonhos e tormentos. Sou uma dualidade, criança perdida na cidade.

E antes que eu me vá, devo perguntar: 'Por favor, vem me abraçar?'"

3º LUGAR: Natália Soares

LIBERDADE

"Somos anjos sem asas Por falta de liberdade. Mas seguimos em frente Com medo e angústia.

A sociedade oprimida Sem coragem nenhuma. Parece uma asa quebrada Que não consegue voar.

Vamos criar coragem E nos libertar Com a asa consertada Conseguimos voar."

6º ANO – B – TARDE

1º LUGAR: Jeferson Sena

PROFESSORA

"Ela é uma princesa, ela sabe amar. Explica tudo direitinho para eu acompanhar. Amo desse jeito, pois ela é protetora, E esse amor que lhes fali, é a professora.

A minha certeza não são coisas vãs. Pra mim ela não é só tia, mas também uma irmã; Da minha capacidade, ela sabe exigir. Porque professora de verdade, sabe insistir.

E fez esse poema com ótimo humor. Porque nesse poema, demonstra meu amor. E dos meus sonhos, você é construtora. Te amo muito, minha linda professora."

2º LUGAR: Maria Fernanda Santos Taumaturgo

MÃE

"Mãe, meu amor por ti É maior que o mundo. Seu sorriso é belo E eu te admiro muito.

Você é meu tesouro. Você é meu tudo! Sem você, eu não sou nada. Com você, eu sou tudo.

Você é minha mãe-maravilha. Você é minha super heroína. Você é minha estrela que brilha. Você é o sol que me ilumina."

3º LUGAR: Eduardo Breno

"Poema curto que irei falar. Porém, a verdade sobre passado, Se vocês acharam que não sei rimar. É verdade, só vim aqui para te testar.

Não pude salvar Quem eu amava no passado. Carrego esta culpa, E este foi meu pecado.

Mas mesmo que por isso, Eu não seja perdoado. Protegerei sempre, Aqueles que estão ao meu lado."

7º ANO – C – TARDE

1º LUGAR: Paulo Vitor

AMIZADE

"Uma verdadeira amizade É difícil de encontrar Porém quando quebrada Impossível consertar.

Um amigo verdadeiro É como uma pedra preciosa Que ao lapidar Torna-se ainda mais valiosa.

Quando uma amizade é traída. É como um cristal quebrado. Pois não existe mais a confiança Que uma amizade sincera."

2º LUGAR: Maria Fernanda Santos Taumaturgo

"Hoje eu vou falar do meu belo dia Aproveitando minha vida com muita alegria.

Me acordarei bem cedo para Ver o por do sol. Vou aproveitar Essa vista e ser o que sou.

Quando chegar à minha escola, vou Estudar para quando crescer Ser alguém para me orgulhar."

3º LUGAR: João Rubens Lima

O JOVEM E O VIOLÃO

"Era um jovem pobre, mas sonhador; Um dia, de seu pai ganhou um violão. Quando o jovem viu aquilo então Sua vida acabou ganhando cor.

Por muito tempo o violão ele tocou. E por muito tempo também ele viveu. No dia que ele faleceu. A música também morreu."

8º ANO – B – TARDE

1º LUGAR: Cauã Lopes de Araújo

SOLIDÃO

"Quando a solidão te consome Tudo desaba Tudo some E o que era bom, acaba.

Quando a solidão vem Um vazio é tudo que se tem. Só há uma enorme escuridão Essa é a triste solidão.

Você está sozinho Não tem com quem contar. Sem rumo, sem caminho, A solidão quer te comandar.

Não tem como fugir Não tem como correr. Só deixa vir E espera pra ver."

2º LUGAR: Guilherme Sampaio

A LOUCURA DOS MOINHOS

"Na região chamada Mancha, viviam D. Quixote e Sancho Pança, Cavaleiros em ascensão, em busca Da libertação.

Seus olhares sem direção Rumo à perdição. Seus inimigos são moinhos Cavalgando sem caminho.

Dulcineia, sua donzela. Sempre em perigo, estava ela. D. Quixote, com sua loucura. Estava sempre a sua procura.

Por causa de uma traição. Acabou sua missão. Seus livros foram culpados. Então acabaram sendo queimados."

3º LUGAR: Cibelly Karen Souza Cláudio

"Enquanto o preconceito existir Sempre haverá alguém na vida a desistir. Porque não importa onde você está. Sempre haverá alguém a lhe julgar.

O preconceito é como uma doença. Que não aceita a diferença. Mas no fundo todos o temos, Pois com ele convivemos.

Quem o sofre, no fundo sente solidão. Então nasce o medo no coração. O medo de onde você chegar. De vocês começarem a zombar.

Mas o que fazer, se o preconceito vem de nós mesmos?"

© Todos os direitos reservados. 2017

Siga nossas mídias sociais

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon